Um lar deve ser o local onde as pessoas que ali vivem encontrem alegria e bem-estar. Portanto, nada mais justo e coerente do que levar para o seu ambiente uma decoração mais ecológica, garantindo a preservação do planeta e levando conforto e harmonia para o seu lar.

Mudar nossos hábitos para o bem do meio ambiente pode ser mais simples do que imaginamos, confira agora nossas dicas para uma decoração eco-friendly!

 

1 – Iluminação natural

 

 

 

Procure fazer proveito máximo da luz natural do dia. Basta substituir cortinas de tons escuros pelas de tons claros e de tecidos mais finos. Desta forma, a luz solar irá se expandir de forma uniforme nos ambientes da casa.

Essa é uma excelente maneira de economizar energia e ser mais amiga da natureza. O impacto não é somente ambiental, mas também financeiro, pois a conta de luz tenderá a diminuir.

 

2 – Objetos eco-friendly

 

 

Sempre que possível, escolha itens decorativos que tem como missão diminuir os efeitos nocivos ao meio ambiente e são produzidos de forma ecológica e artesanal. Cestos de palha e fibra natural, móveis de madeira de demolição, são exemplos de peças eco-friendly.

Esses itens são capazes de levar muito conforto e beleza para o lar.

 

3 – Reutilize

 

 

Pense de forma criativa e reutilize objetos para além de sua função comum. Malas antigas podem servir como suporte, criando uma mesinha para lateral da cama, caixotes de feira podem servir como prateleiras ou até estantes.

Não sabe o que fazer com potes de vidros quando os alimentos acabam? Reutilize-os para guardar mantimentos ou fazer uma pequena horta. Veja os exemplos abaixo:

 

4 – Plantas

 

 

Plantas têm tudo a ver com sustentabilidade e uma decoração ecologicamente correta! Portanto, escolha plantas para levar um pouco da natureza para o seu lar. Se não tiver muito espaço, você pode montar uma pequena horta caseira e escolher terrários pendentes para inserir mais verde no ambiente.

Esperamos que essas dicas possam te ajudar a começar não só a decorar a casa de forma sustentável, como também a ter atitudes mais ecologicamente corretas no dia-a-dia.